A importância da embalagem enquanto comunicação

Cores vibrantes, design diferente e criativo é o que primeiro chama a atenção do consumidor que, muitas vezes, compra o produto mais pela embalagem do que pelo próprio conteúdo. Antigamente as embalagens eram utilizadas apenas para armazenar bebidas e alimentos.

Feitas de vidro, latão ou madeira os recipientes eram usados para conservar os produtos. Entretanto, as indústrias foram evoluindo a produção e adequando o material das embalagens aos produtos armazenados para facilitar o dia a dia.

São elas que interagem com o consumidor, informando sobre o produto, garantindo que ele esteja em boas condições de utilização, entre outras funcionalidades. Além de tudo, atualmente, a embalagem é uma grande estratégia de marketing, atuando como mídia dirigida.

Um levantamento da Confederação Nacional da Indústria (CNI) revela que 75% das empresas que fizeram investimento em termos de design das embalagens tiveram um aumento nas suas vendas.

A embalagem deve ser precisa e eficaz, uma vez que, com sua aparência atraente aos olhos do consumidor, deve cumprir seu papel que é atingir o público a fim de alavancar as vendas.

As embalagens possuem três funções, básicas, mas muito importantes: contenção, proteção e comunicação:

Na contenção é a função de envolver o produto. A embalagem serve como receptáculo. A falha nessa função resulta no vazamento do produto.

A proteção possibilita o manuseio do produto até que chegue ao seu consumidor final. Isso deverá ocorrer sem danos para a embalagem e também para o produto. Há a necessidade também nesta função de se estabelecer um grau desejado para a proteção do produto.

A comunicação leva a informação ao consumidor através de algumas ferramentas, como é o caso de impressões, símbolos e cores. Para as embalagens primárias, a função ocorre de maneira direta aos consumidores finais (traz informações referentes à marca e o produto).

Para as embalagens industriais a função da comunicação acontece com impressões de códigos de barras, cores, marcações ou símbolos que possam permitir localizar e identificar as embalagens de maneira fácil em processos logísticos de estoque, armazenamento, separação dos pedidos e o transporte.

A interação com a função logística propicia participar da composição do custo do produto, adequação de acondicionamento e distribuição. Além disso, nas embalagens são encontradas informações importantes sobre o produto como valores nutricionais, composição, data de validade, descarte, entre outras.

Favorece também em termos de eficiência operacional, uma vez que otimiza algumas etapas da logística. Entre elas, o transporte, o manuseio, o estoque e a sua reposição. Com essa interação das embalagens frente às funções logísticas, é possível ter uma redução de custos, diminuição das perdas dos produtos, no tempo da entrega final dos mesmos, organizar e racionalizar o estoque e aumentar o nível do serviço prestado ao cliente.

As embalagens da Barion são idealizadas pensando na praticidade do consumidor. Uma caixinha de Tubetes®, por exemplo, é fácil de abrir, cabe na bolsa e no bolso e ainda pode ser saboreado em qualquer local! Entre no site da Barion e saiba mais sobre os produtos.